Pequenas neuroses contemporâneas

Pequenas neuroses contemporâneas

“Neurose”, de acordo com uma definição mais técnica, é o conjunto de problemas de origem psíquica que conservam a referência à realidade.

Artisticamente, o tema já foi debatido exaustivamente, inclusive magistralmente nas colunas de Marcelo Rubens Paiva – um dos maiores cronistas e escritores do Brasil – para o jornal O Estado de São Paulo.

Todos temos que enfrentar pequenas coisas aborrecedoras ao longo de nossos dias, mas que quando são analisadas individualmente por uma terceira pessoa, não parecem grande coisa.

No meu caso, escrevendo essa coluna, pretendo alcançar alguma solidariedade de você, caro leitor fiel. Por isso, farei aqui uma lista das dez “pequenas” coisas que mais me irritam diariamente, esperando seu contato para criarmos um “top 10” de coisinhas irritantes!:

  1. Ligações insistentes pedindo dinheiro para a caridade ou oferecendo um produto ou serviço;
  2. Torneira pingando;
  3. Porta giratória de banco;
  4. Tomada de três pinos, as populares “tomadas do Lula”. (Só por isso, ele já mereceria a cadeia!);
  5. O fato de os abridores de lata serem feitos só para destros;
  6. Você acender um charuto e alguém dizer que você é “igual ao Fidel ou ao Che”. Winston Churchill, Bill Clinton e Arnold Schwarzenegger são melhores exemplos, sabiam?;
  7. Conversar com alguém que finge ter lido um livro, mas na verdade só viu o filme;
  8. Zumbido em caixa de som ou reator de lâmpadas brancas antigas, a famosa estática;
  9. Gente que só manda “bom dia”, “boa tarde” e “boa noite” em qualquer das redes sociais e,
  10. Livro amassado, rasgado, riscado ou machucado de qualquer modo.

E você, se irrita com o que? Conta pra gente por meio do avdf@averdadedosfatos.com ou das nossas redes sociais e participe! Vai que a sua pequena neurose contemporânea aparece aqui em nossas páginas?

Previous Comida ruim e pouca
Next Sobre o apogeu e queda de Lula, o megalomaníaco